Zoetis apoia clínicas veterinárias com orientações para minimizar a transmissão da COVID-19

A COVID-19, causada pelo SARS-CoV-2, tem provocado uma mudança muito grande na rotina de toda a população.
Pensando nisso, a Zoetis elaborou um manual com sugestões de medidas a serem adotadas por clínicas veterinárias para minimizar a transmissão da COVID-19 no ambiente de trabalho, considerando que a medicina veterinária é uma atividade essencial e que os animais continuam precisando de cuidados.
1 Dê preferência a atendimentos com hora marcada. Se esse for o caso da sua clínica, certifique-se de que o horário entre as consultas seja adequado para evitar reunião de pessoas na sala de espera.
Durante a confirmação de uma consulta, oriente que pessoas idosas (acima de 60 anos), em especial aquelas com comorbidades (fumantes, com doença pulmonar, diabetes, hipertensão) não venham com os animais à clínica; crianças também devem ser evitadas nas clínicas.
Durante a confirmação da consulta, pergunte se alguma pessoa da casa que trata o animal tem sintomas respiratórios, orientando que não venham para a consulta com seu animal.
Se o único responsável pelo animal for uma pessoa pertencente a um grupo de risco, procure agendar a consulta nos primeiros horários do dia, para que ela não entre em contato com outros adultos e crianças.
Coloque na entrada da clínica e na recepção um cartaz sobre a COVID-19.
6 Providencie um dispenser com álcool em gel na recepção da clínica, orientando os donos de animais a utilizá-lo antes e após cada consulta.
Separe as cadeiras da sala de espera o máximo possível, para evitar a aproximação de clientes.
Se algum tutor apresentar sintomas respiratórios durante a consulta, ofereça-lhe uma máscara, ainda que por precaução.
Reduza a frequência e a duração de visitas de animais internados, assim como o número de visitantes. Por exemplo, visitas uma vez ao dia e de 15 minutos, somente.
10 Caso algum de seus funcionários apresente sintomas respiratórios, oriente-o a ficar em casa até a cura clínica. Em caso de COVID-19 confirmada, deve-se respeitar o período de quarentena de 15 dias.
11 Oriente seus funcionários a trocarem de roupa para eliminar possível carreamento de vírus nas vestimentas e objetos pessoais.
12 Reforce os procedimentos de higienização e limpeza da clínica junto aos funcionários: maçanetas, mesas, cadeiras e superfícies devem ser limpas frequentemente em horários fixos ou conforme a necessidade.
13 Ofereça a opção de transporte da clínica para banhos e consultas, sempre que possível e de acordo com a legislação de seu estado/cidade; a anamnese, nesse caso, poderia ser por telefone.
14 Caso haja estacionamento adequado e seguro na clínica, para evitar aglomerações, os donos dos animais podem ser chamados somente no momento da consulta, permanecendo no carro até isto ocorra.
15 Procedimentos eletivos devem ser adiados até um melhor entendimento da evolução da COVID-19 em nosso País.
LIVE
Na última quinta-feira, 9/4, a Zoetis, a convite da Petland, participou de uma live no Instagram para falar sobre as diferenças entre os tipos de coronavírus. “Neste momento, é muito importante que as pessoas estejam bem informadas para não gerar pânico e elas não tomarem nenhuma atitude que prejudique a sua saúde e a de seus animais”, disse o médico-veterinário Alexandre Merlo, Gerente Técnico e de Pesquisa Aplicada da Zoetis.
Além de falar sobre os diferentes tipos de coronavírus, Merlo conversou também sobre como os profissionais podem minimizar o risco de COVID-19 em clínicas veterinárias. “Por ser serviço essencial, os locais de atendimento a animais permanecem abertos. Por isso, algumas medidas devem ser adotadas para a segurança dos que estão trabalhando e dos que estão sendo atendidos”, explicou Merlo.
Sobre a Zoetis
Zoetis é uma companhia global líder em saúde animal, dedicada aos clientes e seus respectivos negócios. Com um legado de mais de 60 anos de história, a Zoetis descobre, desenvolve, fabrica e comercializa vacinas e medicamentos veterinários, complementados por linhas de produtos para diagnósticos, testes genéticos e diversos serviços. A Zoetis trabalha continuamente com veterinários, produtores e pessoas que criam e cuidam de animais de produção e de companhia em mais de 100 países, com mais de 10 mil funcionários. Em 2019, obteve faturamento de US﹩ 6,3 bilhões. Para outras informações, acesse www.zoetis.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *