Petz e Editora MOL doam mais de 47 toneladas de ração premium e super premium para cães e gatos de ONGs de todo o Brasil

Selo que representa o valor arrecadado com a venda de livros nas lojas da Petz e que está sendo integralmente destinado às ONGs

A Petz, maior rede de pet shops do Brasil em número de lojas, e a MOL, maior editora de impacto social do mundo, estão celebrando uma marca sem precedentes. O montante arrecadado com as vendas do calendário “Coisas de Amigo”, que foi desenvolvido em 2019 pela editora, e cujas vendas ocorreram nas 107 lojas da Petz até o início de 2020, atingiram R$ 281,9 mil. A quantia está possibilitando a compra de 47 toneladas de ração premium e super premium que estão sendo destinadas a 47 ONGs que cuidam de animais abandonados em 11 estados do país mais o Distrito Federal. O valor corresponde ao equivalente a R$ 5,9 mil em ração para cada ONG.

• O montante, cujo valor ultrapassa R$ 280 mil, está sendo revertido a 47 ONGs que tratam de animais abandonados em 11 estados brasileiros + Distrito Federal
• Em 3 anos de parceria entre as empresas, já foram arrecadados mais de R$ 1,3 milhão com a venda de livros, que deve chegara R$ 2 milhões até o final de 2020. O valor está sendo integralmente destinado às ONGs que abrigam pets em estado de vulnerabilidade
• No período, foram lançados e comercializadas publicações nas 107 lojas da Petz que a içaram ao título de maior vendedora de livros do Brasil, segundo a editora

“Estou muito feliz com essa importante marca, fruto da parceria de três anos entre a Petz e a MOL. Mas desde o início dessa parceria, já foram comercializados mais de 554 mil livros, cujas vendas ultrapassam R$ 1,3 milhão (daí a criação de um selo comemorativo, abaixo, quando a marca de R$ 1 milhão doados foi atingida). Esta quantia, que deve chegar a R$ 2 milhões até o final do ano, será integralmente destinada às ONGs de proteção animal”, comemora o diretor de operações da Petz, Rodrigo Cruz, que é gestor do projeto junto à editora. O executivo se refere às obras O que os cachorros nos ensinam, de 2017, O que os gatos nos ensinam, de 2018, Ache o bicho, também de 2019, 51 coisas para fazer com seu cão e 51 coisas para fazer com seu gato, ambos de 2019, e, mais recentemente, Um bicho me disse, de 2020. “Segundo a MOL, a Petz é recordista de vendas de livros no Brasil”, celebra Rodrigo.

Ele diz que, por conta da pandemia do novo coronavírus, as ONGs parceiras do projeto Adote Petz – que teve início em 2007 e desde então ajudou milhares de animais a encontrar um novo lar – sentiram dificuldade para fazer o seu trabalho de ajuda social aos bichinhos, já que as pessoas se afastaram por conta do isolamento social e, também, pela consequente dificuldade financeira que as primeiras tiveram para dar seguimento às atividades que empreendem. “Por essa razão, por meio do Adote Petz, foi feito contato com uma empresa de alimentos para cães e gatos e, assim, com os R$ 281,9 mil arrecadados, adquiridas 47 toneladas de ração distribuídas para as ONGs parceiras – o suficiente para alimentar 8.500 animais por 2 meses”, revela.

Há quase 4 milhões de animais em condição de vulnerabilidade no Brasil

De acordo com o Instituto Pet Brasil (IPB), em 2019 havia 3,9 milhões de Animais em Condições de Vulnerabilidade (ACV) no país. Segundo a entidade, ACV são aqueles que vivem sob a tutela de famílias abaixo da linha de pobreza ou nas ruas, mas recebem algum cuidado. Nesse número, porém, não estão computados os animais desamparados, que vivem sem um tutor. Desconhece-se a quantidade exata dos abandonados.

Porém, desde 1998, a violência contra animais é crime no Brasil e, além da violência física, não alimentar, não garantir proteção ou abandonar são maus tratos também previstos na lei, punidos com multas ou penas de reclusão.
“Potencializar ações e campanhas pelo respeito e proteção dos animais é tão importante quanto exigir o cumprimento da lei. Mas para a Petz, que é apaixonada por animais, vai além: é uma verdadeira missão de responsabilidade social”, finaliza Rodrigo Cruz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *